spot_img
quinta-feira, junho 30, 2022

Global Statistics

All countries
552,299,602
Confirmed
Updated on 30 de June de 2022
All countries
524,924,835
Recovered
Updated on 30 de June de 2022
All countries
6,357,086
Deaths
Updated on 30 de June de 2022
quinta-feira, junho 30, 2022

Estatisticas global

All countries
552,299,602
Confirmados
Updated on 30 de June de 2022
All countries
524,924,835
Recuperados
Updated on 30 de June de 2022
All countries
6,357,086
Mortes
Updated on 30 de June de 2022
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

INVERNO CHEGA A GOIÁS NESTA TERÇA-FEIRA (21), COM PROMESSA DE BAIXA UMIDADE E POUCA CHUVA

O inverno começa oficialmente nesta terça-feira (21) para a maior parte do território brasileiro, inclusive em Goiás. De acordo com o Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado (Cimehgo), a expectativa para o território goiano é que, nos próximos meses, o tempo seco e a falta de chuvas se intensifiquem.
“Nesse primeiro momento, nos meses de junho e julho, as temperaturas ficam mais amenas, Mas apartir de agosto setembro, elas ficam bastante altas mesmo. São nesses meses que a gente tem o nosso período mais crítico de estiagem, da seca, onde as temperaturas podem beirar a casa dos 40° em Goiás, em algumas regiões como Porangatu, Aragarças. Então, neste primeiro momento, tempo vai estar mais agradável. Com o passar do tempo a situação de estiagem vai ficar mais crítica e temos que nos preparar “, detalhou André Amorim, gerente da Cimehgo.
Conforme o especialista, o início da estação é chamado de solstício de inverno, quando as noites são mais longas que os dias. Vale lembrar que o inverno acontece durante os meses julho, agosto e setembro em nossa região. Seu término está previsto para o dia 22 de setembro de 2022, quando se inicia a primavera.
Outros aspectos que podemos observar durante o inverno para Goiás, são: nevoeiros ou neblina, que consiste na existência de gotículas d’água que flutuam no ar próximo ao solo e reduzem a visibilidade a menos de 1000 m; a formação da névoa seca, que é uma massa de ar misturada com poluição, que deixa o horizonte opaco e embaçado; o baixo índice da umidade relativa do ar, cujos valores podem chegar a 10% no período da tarde; o aumento das queimadas, devido a vegetação estar mais seca.
Fonte: Mais Goias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

Quirinópolis

ARTIGOS RELACIONADOS