Mais uma massa de ar frio deve chegar a Goiás nesta semana. Os termômetros podem registrar queda a partir da próxima quinta-feira (29), segundo previsão do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo). Esta será a 3ª onda de frio do mês e do ano no Estado e deve ser a mais intensa de todas. Maiores quedas serão vistas nas regiões Sul e Sudoeste, que, inclusive, têm possibilidade de geada.
Conforme o Cimehgo, entre segunda (27) e quarta-feira (28), o tempo segue estável, com sol e umidade relativa do ar em declínio no período da tarde. De quarta para quinta-feira desta semana, porém, Goiás recebe o deslocamento de massa de ar frio de origem polar, que deve ocasionar baixas temperaturas, especialmente na parte Centro-Sul.
De acordo com o prognóstico, a sexta-feira deve ser o dia mais frio da semana. A massa de ar polar deve influenciar as temperaturas até a parte Centro-Norte do Estado. Ainda segundo a previsão, na quinta (29), sexta (30) e sábado (31), há possibilidade de geada de fraca a moderada intensidade na região Sudoeste. Na parte Centro-Sul, a geada deve ser registrada na sexta-feira.
Segundo o gerente do Cimehgo, André Amorim, essa massa de ar polar vem com intensidade maior do que as outras duas registradas neste mês. “Desta vez, até por conta da posição da massa, que está mais para o lado de São Paulo, o frio deve chegar também à região Centro-Norte. O fator atípico fica por conta das três entradas de frio no mesmo mês”, afirmou.
3ª onda
Esta deve ser a 3ª onda de frio registrada em Goiás neste ano de 2021. A primeira onda ocorreu no início de julho, quando cidades goianas tiveram marcas próximas a 0°C.
Entre os dias 19 e 21 deste mês, o Estado registrou a segunda onda, com registro de geada na cidade de Jataí e temperatura de 0,2°C no município, menor marca de Goiás em 33 anos. Número só não superou o recorde de -1ºC, registrado em julho de 1988, na mesma cidade.
Fonte: Mais Goias