Após dez meses do início da Campanha de Vacinação contra a Covid-19 em Goiás, 663.142 pessoas com mais de 20 anos ainda não se vacinaram em todo estado. Lembrando que a maioria dos municípios goianos já se encontram próximo a 70% de cobertura vacinal na aplicação da primeira dose.

Atualmente, o município de Flores de Goiás, região do Entorno do Distrito Federal é o que mais está atrasado, não chega a 47% a cobertura vacinal. A Superintendente de Vigilância de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO), Flúvia Amorim, reafirma a importância da imunização completa. ”A Pasta tem orientado as secretarias municipais a fazerem busca ativa das pessoas que não se vacinaram ainda”, Destaca Flúvia.

Além dos que não se vacinaram nem com a primeira dose, em Goiás, cerca de 500 mil pessoas estão com a segunda dose atrasada. De acordo com Flávia Amorim,  os municípios têm recebido semanalmente uma lista nominal, com nome e telefone, e agora também com o endereço, de todas as pessoas que estão com a segunda dose em atraso, para que os municípios façam as buscas dessas pessoas.

Ainda de acordo com a superintendente, é necessário que a cobertura vacinal esteja dentro de um parâmetro que alcance a maioria das pessoas no estado para que assim possamos começar a flexibilização quanto ao uso da máscara.

“A tendência é que quando tivermos uma cobertura vacinal maior, de cerca de 70% a 80%, possamos pensar em não exigir o uso da máscara em locais abertos, mas isso ainda não é possível”, explica.

Vacinas em Goiás

Em relação a primeira dose, Goiás já tem uma boa cobertura, o percentual de vacinados com a D1 é de 87,46%, mas 51% com a dose reforço ou única. Flúvia Amorim, demonstra preocupação em relação a estas 500 mil pessoas que estão em atraso e que tem o imunizante à disposição delas.

De acordo com o painel da Covid-19 da Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO), o estado já recebeu 9.683.820 doses de vacinas contra a Covid-19. O levantamento realizado pela SES aponta que foram aplicadas 4.884.221 primeiras doses. Já o reforço foi dado a 2.880.011 pessoas.